Medicina

Prótese de Joelho

Amato Consultório Médico - ter, 08/07/2012 - 19:40

As próteses de joelho são substituições articulares indicadas em casos de artrose severa, com ou sem desvio do eixo do joelho,  dor importante e restrição funcional, limitando o paciente  de atividades cotidianas.

Marque uma consulta com o doutor:  Dr. Eduardo Almeida e Dias de Souza

leia mais

Categorias: Medicina

Plástica do Crânio: Cranioplastia

Amato Consultório Médico - qui, 08/02/2012 - 10:10

A correção cirúrgica dos defeitos cranianos está indicada por estética, para restaurar a proteção craniocerebral e também para aliviar algumas manifestações clínicas da falha óssea.

Como ocorrem os defeitos cranianos?
     As falhas do crânio podem ser congênitas (encefaloceles, anomalias do esqueleto) ou adquiridas (traumatismo craniano, infecção, tumor, remoção óssea por cirurgia, growing fracture).

Marque uma consulta com o doutor:  Dr. Marcelo Amato

leia mais

Categorias: Medicina

Artigo científico publicado

Vascular Pro - qui, 07/26/2012 - 10:21

Mais um artigo da Disciplina de Cirurgia Vascular da UNISA publicado, agora com destaque na capa da revista !!!

O artigo relata uma técnica endovascular de tratamento de aneurisma tóraco abdominal chamada de chaminé, e suas possíveis complicações.

 

Fonte: Scielo

Endotension: rupture of abdominal aortic aneurysm

Tags:
Categorias: Medicina

Biópsia de Nervo

Amato Consultório Médico - seg, 07/23/2012 - 15:32

  Como as biópsias de nervo periférico sempre irão causar algum grau de déficit neurológico, elas devem ser realizadas após cuidadosa avaliação da sua contribuição para o tratamento da doença. As biópsias de nervo são úteis em lesões inflamatórias ou infecciosas (vasculites, hanseníase) e em algumas formas de neuropatias desmielinizantes, em geral adquiridas, mas também hereditárias. A amiloidose é também uma doença a ser pesquisada na avaliação do nervo periférico.

Marque uma consulta com o doutor:  Dr. Marcelo Amato Dra Mariluci Flavia da Silva

leia mais

Categorias: Medicina

Esclerose Múltipla

Amato Consultório Médico - dom, 07/22/2012 - 12:59

A Esclerose Múltipla (EM) é uma doença de caráter inflamatório, onde surtos de inflamação e posterior desmielinização passam a ocorrer, seja no cérebro, seja na medula espinhal, tais lesões ocorrem disseminadas no tempo e no espaço, sem que se possa prever quando irão ocorrer.

Marque uma consulta com o doutor:  Dra Mariluci Flavia da Silva

leia mais

Categorias: Medicina

Toxina botulínica em neurologia: tratamento para espasticidade e distonia

Amato Consultório Médico - dom, 07/22/2012 - 12:54

O uso da toxina Botulinica, muito conhecida como botox ou Dysport, vem sendo atualmente a principal indicação para tratamento das distonias, que são contraturas dolorosas e mantidas de determinado grupo muscular, assim como da espasticidade, que ocorre com freqüência após acidentes vasculares cerebrais, traumatismos raquimedulares e casos de paralisia cerebral.
No cotidiano, a maioria desses casos leva ate 2 anos para seu diagnostico efetivo, e outros 2 anos para que o paciente seja encaminhado a um centro de referencia ou especialista para a injeção com a toxina tipo A, comprometendo significativamente o prognostico de reabilitação motora e de qualidade de vida do paciente .

Marque uma consulta com o doutor:  Dra Mariluci Flavia da Silva

leia mais

Categorias: Medicina

O que os médicos precisam ouvir para que você tenha a melhor medicina?

Amato Consultório Médico - ter, 07/17/2012 - 14:24

Ir ao médico pode ser uma experiência assustadora, e frequentemente não se conta contamos coisas importantes para o diagnóstico e tratamento correto. Talvez o medo seja grande, ou, mais frequentemente, ao se racionalizar e selecionar quais são os sintomas importantes, e ignora-se completamente os outros, que eventualmente podem ter um papel ativo na sua saúde e  fornecer os dados essenciais para o melhor tratamento.

leia mais

Categorias: Medicina

EVLTraining

Vascular Pro - qua, 07/04/2012 - 15:54

Caros amigos cirurgiões vasculares: Meu primeiro aplicativo para iPhone, EVLTraining, foi aceito na Apple Store. É um aplicativo para treino do uso do laser endovenoso no tratamento de varizes. Tem um intuito educacional, mostrando os tiversos tipos de medição de energia (J, J/cm, LEED, etc), e treinando o cirurgião na velocidade de tração da fibra ótica.
Posso liberar 10 códigos para instalação gratuita. Aqueles que quiserem entrem em contato.
Endolaser Training Apple Store
Amato Software: EVLTraining
 

Tags:
Categorias: Medicina

Liga Paulista de Cirurgia Vascular

Vascular Pro - sex, 06/22/2012 - 19:17

Aconteceu, no último 12 de maio, a segunda aula da Liga Paulista Acadêmica de Cirurgia Vascular, na Associação Paulista de Medicina (APM). Na ocasião, houve as palestras "Osirix na prática médica", ministrada pelo Dr. Alexandre Amato, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro; "Endolaser para tratamento de varizes", ministrada pelo Dr Rodrigo Kikuchi; e uma aula sobre "Diagnóstico diferencial das úlceras de membros inferiores", proferida pela residente Débora Ortigosa, do 1˚ ano de Cirurgia Vascular, do Hospital Santa Marcelina.
Estiveram presentes 30 pessoas, entre elas residentes de Cirurgia Vascular da Escola Paulista de Medicina, da UNICAMP e do Hospital Santa Marcelina; e acadêmicos da Faculdade de medicina de Santo Amaro, da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, da Faculdade de Medicina do ABC e da Faculdade de Medicina da UNICID. O evento contou, também com a participação do presidente da SBACV-SP, Dr Adnan Neser, de seu secretário Dr Arual Giusti, do Diretor tesoureiro Dr Marcelo Calil Burihan e do Dr Henrique Guedes, da Santa Casa.
"Essa foi mais uma excelente reunião coroada com um almoço para todos", enfatizou o Dr Marcelo Calil Burihan.
 
Fonte: Folha Vascular

Tags:
Categorias: Medicina

Peixe Urbano e Groupon

Vascular Pro - qui, 06/14/2012 - 10:38

Tenho recebido recentemente e frequentemente pacientes com histórias que me assustam: compraram pacotes de tratamento estético de vazinhos, escleroterapia ou laser em sites de compras coletivas (Peixe Urbano e Groupon) e procuram o cirurgião vascular com complicações do procedimento realizado.
Preciso esclarecer algumas coisas: o procedimento escleroterapia, também conhecido popularmente como "aplicação em vazinhos" ou "queimar vazinhos" engloba um conjunto de procedimentos (laser, espuma, glicose, termocoagulação e outras) médicos, ou seja deve ser realizado por médico especialista, de preferência cirurgião vascular. Ao comprar um pacote bem baratinho em sites de compras coletivas, certifique-se que o médico que irá realizar o procedimento é registrado no conselho regional de medicina (CRM) e possui formação para tal.
Entidades médicas são proibidas perante o código de ética médica de realizar promoções e descontos em sites de compras, então somente o aparecimento nesses sites já é uma violação da ética.
Ao minimizar os custos, o material utilizado também será mais barato, e o tempo, quantidade ou qualquer outra medida de "sessão de aplicação"  que o profissional usa será menor. Não ache que encontrou o negócio dos sonhos, a qualidade é proporcional ao valor pago.
Porque eu digo tudo isso ? Porque escleroterapia pode parecer um procedimento inócuo, mas não é. Possui complicações não só estéticas. É possível o aparecimento de manchas, mas também lesões mais graves como úlceras. Embolizações da espuma, alergias e trombose são complicações seríssimas apesar de raras, e somente o especialista médico está apto a tratar. O médico é necessário nesses casos para tomar as devidas providências.
 
Consulte sempre seu médico de confiança!

Categorias: Medicina

Prevenção de doença de carótida.

Vascular Pro - sex, 05/11/2012 - 15:01

Verifique se você precisa fazer um exame preventivo da carótida respondendo o questionário abaixo. Lembre-se que ele não substitui o médico, mas pode orientá-lo a procurar um cirurgião vascular se necessário.

1- Você tem mais que 65 anos ?

Sim Não

2- Você tem pressão alta ?

Sim Não

3- Você tem doença coronariana ? Teve infarto, angina ou dor no peito ?

Sim Não

4- Você fuma ?

Sim Não

5- Você teve câncer de cabeça ou pescoço que precisou de irradiação ?

Sim Não

6- Você já teve um derrame ou início de derrame ?

Sim Não

7- Você já teve uma cegueira momentânea ? Ficou sem enxergar por algum tempo e depois voltou ao normal ?

Sim Não

8- Já teve sua artéria carótida operada ?

Sim Não

9- Você tem doença arterial periférica ? Dor intensa em pernas que faz com que precise parar de caminhar ? Piora ao elevar as pernas ?

Sim Não
var score = new Array; function show_score() { var i, total; total = 0; for(i=1;i<=9;i++) { total += score[i]; } if (isNaN(total)){ alert('Preencha todas as respostas'); } else { if (total>=4) { alert("Você deve procurar seu médico, ou um cirurgião vascular ou um neurocirurgião para avaliar a necessidade de fazer um ultrassom de carótidas preventivo, como exame de triagem. "+total); } else { alert("O seu risco de doença carotídea é baixo, não sendo necessário ultrassom de triagem no momento. Converse com seu médico."+total); } } }

Você precisa fazer um exame preventivo? Então marque uma consulta com o cirurgião vascular ou com o neurocirurgião e aprenda abaixo como evitar o AVC (derrame).

Doenças de base, podem complicar o quadro. São elas a hipertensão, diabetes (veja seu risco de ter diabetes) e colesterol elevado.É preciso combater os fatores de risco e fazer exames específicos com acompanhamento médico. As doenças que não são curáveis devem ser controladas.

Estresse , obesidade, tabagismo e sedentarismo são outros fatores de risco. Além disso, a chance de um AVC aumenta com a idade.

- Mantenha a pressão arterial sob controle.
- Evite o consumo de sal em excesso.
- Modere a ingestão de bebidas alcoólicas.
- Não fume.
- Controle o peso.
- Tenha uma alimentação saudável: evite gorduras e frituras, coma bastante frutas, verduras e fibras.
- Pratique exercícios físicos regularmente.
- Evite o estresse: faça atividades relaxantes como uma caminhada ao ar livre, conversar com amigos, passear com o cachorro.

Faça um Check-up Virtual em sua saúde.

 

Questionário baseado em: Qureshi, Adnan I, Andrei V Alexandrov, Charles H Tegeler, Robert W Hobson, J Dennis Baker, L Nelson Hopkins, and Society of Vascular and Interventional Neurology. "Highlights of the Guidelines for Screening of Extracranial Carotid Artery Disease: A Statement for Healthcare Professionals From the Multidisciplinary Practice Guidelines Committee of the American Society of Neuroimaging; Cosponsored by the Society of Vascular and Interventional Neurology." Journal of endovascular therapy : an official journal of the International Society of Endovascular Specialists 14, no. 4 (2007): doi:10.1583/1545-1550(2007)14[469:HOTGFS]2.0.CO;2.   

Tags:
Categorias: Medicina

Tumor glômico carotídeo ou quemodectoma

Vascular Pro - ter, 05/01/2012 - 16:58

É um câncer neuroendócrino raro que se origina de células presentes na bifurcação da artéria carótida, também conhecidos como paragangliomas não cromafins ou tumor de corpo carotídeo. São células especiais, especializadas como quimioceptores, ou seja, regulam a pressão sanguinea arterial. A maioria das vezes não é maligno, mas apesar de benigno tem um crescimento lento mas contínuo que requer tratamento cirurgico pois acaba por dificultar a chegada de sangue no cérebro, um comportamento semelhante ao maligno.
É muito importante diferenciar de aneurisma de carótida. Ambos aumentam o tamanho da artéria e portanto podem ser confundidos, mas o tratamento é completamente diferente. Enquanto que o tumor glômico carotídeo consiste numa proliferação descontrolada das células aumentando de tamanho a bifurcação da carótida e deformando a anatomia cormal, o aneurisma é uma dilatação oca da artéria.

Quando esse tumor é ativo, ou seja, secretivo, ele pode secretar substãncias e hormônios que podem acelerar o coração ou mesmo aumentar a pressão arterial.
Os sintomas variam com o tamanho do tumor e secreção hormonal, podendo apresentar rouquidão, dificuldade e dor para engolir, dor de cabeça, sensação de pressão no angulo da mandíbula e desmaios. Derrame cerebral também pode acontecer com o crescimento do tumor, devido à pressão, alteração e estenose da artéria carótida.O melhor tratamento é o cirúrgico, sendo a embolização do tumor uma possibilidade para diminuir seu sangramento no intraoperatório, pois é um tumor altamente vascularizado. A radioterapia é uma possibilidade coadjuvante.

Fonte: AMATO, Alexandre Campos Moraes; AMATO, Salvador José de Toledo Arruda; et al. . Aneurisma de carótida interna. 2002.
Durdik S, Malinovsky P Chemodectoma - carotid body tumor surgical treatment. Bratisl Lek Listy 2002
AMATO, ACM. Tumor do Glômus Carotídeo - chemodectoma. VascularIn 2011. Ano XI n34 p16

Tags:
Categorias: Medicina

Kinking de artéria carótida interna

Vascular Pro - seg, 04/30/2012 - 11:50

As carótidas são artérias de extrema importância, pois levam sangue ao cérebro. Um dano pode causar derrame (AVC) ou mesmo óbito.
O kinking de carótida, ou tortuosidade de carótida (coiling) é quando a artéria sofre um processo de alongamento (dólicoartéria). Como o pescoço não se alonga, surge uma angulação da carótida. Dependendo dos movimentos da cabeça, pode haver uma compressão maior ou menor da artéria, gerando diminuição do fluxo sangüíneo e aparecimento de sintomas. Quando esta tortuosidade é muito grande, a ponto da artéria dar uma volta sobre ela mesma, passa a se chamar looping de carótida. Anomalias morfológicas da carótida podem causar danos cerebrais em 4-16% dos casos.

Existe uma discussão na literatura se a causa é aterosclerótica, sendo que as placas remodelariam a anatomia normal da carótida ou uma variação embriológica. Essa discussão remete à seguinte dúvida: essa tortuosidade é adquirida ao longo da vida, ou aparece ao nascimento, sendo congênita? Aparentemente é uma manifestação embriológica e o diagnóstico é tardio pois a avaliação das carótidas não é feita no início da vida. Muitas vezes, porém, está associada à aterosclerose ou placa de carótida, sendo necessário tratamento.
O ecodoppler de carótidas é um exame excelente e indispensável na avaliação inicial do kinking de carótida, mas muitas vezes, por dificuldade técnica é necessário realizar outros exames como arteriografia ou angiotomografia. A medida da velocidade do sangue na tortuosidade fica prejudicada e essa medida é muito importante para definir o melhor tratamento.
Não existe tratamento endovascular eficaz para o tratamento do kinking de carótida, sendo que a cirurgia aberta é a melhor opção quando há necessidade. O médico capacitado para indicar o tratamento é o cirurgião vascular e endovascular.
 

Sinônimos: Kinking de carótida, Coiling de Carótida, Looping de carótida, acotovelamento de carótida, alongamento de carótida
Fonte: Are Kinking and Coiling of Carotid Artery Congenital or Acquired?
R Beigelman, A M Izaguirre, M Robles, D R Grana, G Ambrosio and J Milei Angiology 61(1):107-112 (2009) PMID 19755398
Kinking, coiling, and tortuosity of extracranial internal carotid artery: is it the effect of a metaplasia?
G G La Barbera, G G La Marca, A A Martino, R R Lo Verde, F F Valentino, D D Lipari, G G Peri, F F Cappello and B B Valentino Surg Radiol Anat 28(6):573-80 (2006) PMID 17119858

Tags:
Categorias: Medicina

5 maneiras de aumentar sua fertilidade

Neurocirurgia - qua, 04/18/2012 - 21:02

Procure tratamento

A gravidez pode ser um processo muito natural em sua vida, mas para alguns a gravidez é um pouco mais difícil.   Se você é uma dessas mulheres, então ainda não é hora de parar ou desistir. A maioria dos casais que tem dificuldade de conceber um bebê são bem sucedidos ao buscar tratamento adequado de infertilidade.

leia mais

Categorias: Medicina

5 maneiras de aumentar sua fertilidade

Fertilidade - qua, 04/18/2012 - 21:02

Procure tratamento

A gravidez pode ser um processo muito natural em sua vida, mas para alguns a gravidez é um pouco mais difícil.   Se você é uma dessas mulheres, então ainda não é hora de parar ou desistir. A maioria dos casais que tem dificuldade de conceber um bebê são bem sucedidos ao buscar tratamento adequado de infertilidade.

var GFC_recommendations_button_skin = {"BORDER_COLOR":"#CCCCCC","ENDCAP_BG_COLOR":"#f0ffe0","ENDCAP_TEXT_COLOR":"#333333","ENDCAP_LINK_COLOR":"#4acc00","ALTERNATE_BG_COLOR":"#FFFFFF","CONTENT_BG_COLOR":"#FFFFFF","CONTENT_LINK_COLOR":"#016229","CONTENT_TEXT_COLOR":"#333333","CONTENT_SECONDARY_LINK_COLOR":"#025c02","CONTENT_SECONDARY_TEXT_COLOR":"#333333","CONTENT_HEADLINE_COLOR":"#333333","BG_COLOR":"#FFFFFF","ANCHOR_COLOR":"#016229","FONT_COLOR":"#333333"}; GFC_recommendations_button_skin['HEIGHT'] = '21'; GFC_recommendations_button_skin['BUTTON_STYLE'] = 'compact'; GFC_recommendations_button_skin['BUTTON_TEXT'] = ''; GFC_recommendations_button_skin['BUTTON_ICON'] = 'default'; google.friendconnect.container.renderOpenSocialGadget( { id: 'friend_connect_recommendations_btn_114', url:'http://www.google.com/friendconnect/gadgets/recommended_pages.xml', height: 21, site: '09791499026423120884', 'view-params':{"pageUrl":"http://fertilidade.org/5-maneiras-aumentar-sua-fertilidade", "pageTitle":'5 maneiras de aumentar sua fertilidade', "docId":"recommendedPages"} }, GFC_recommendations_button_skin);

leia mais

Categorias: Medicina

Calendário da fertilidade

Neurocirurgia - qui, 03/08/2012 - 23:07

Pessoal, essa oferta do aplicativo gratuito de calendário da fertilidade é válida somente para as próximas 6 horas.

leia mais

Categorias: Medicina

Calendário da fertilidade

Fertilidade - qui, 03/08/2012 - 23:07

Pessoal, essa oferta do aplicativo gratuito de calendário da fertilidade é válida somente para as próximas 6 horas.

var GFC_recommendations_button_skin = {"BORDER_COLOR":"#CCCCCC","ENDCAP_BG_COLOR":"#f0ffe0","ENDCAP_TEXT_COLOR":"#333333","ENDCAP_LINK_COLOR":"#4acc00","ALTERNATE_BG_COLOR":"#FFFFFF","CONTENT_BG_COLOR":"#FFFFFF","CONTENT_LINK_COLOR":"#016229","CONTENT_TEXT_COLOR":"#333333","CONTENT_SECONDARY_LINK_COLOR":"#025c02","CONTENT_SECONDARY_TEXT_COLOR":"#333333","CONTENT_HEADLINE_COLOR":"#333333","BG_COLOR":"#FFFFFF","ANCHOR_COLOR":"#016229","FONT_COLOR":"#333333"}; GFC_recommendations_button_skin['HEIGHT'] = '21'; GFC_recommendations_button_skin['BUTTON_STYLE'] = 'compact'; GFC_recommendations_button_skin['BUTTON_TEXT'] = ''; GFC_recommendations_button_skin['BUTTON_ICON'] = 'default'; google.friendconnect.container.renderOpenSocialGadget( { id: 'friend_connect_recommendations_btn_113', url:'http://www.google.com/friendconnect/gadgets/recommended_pages.xml', height: 21, site: '09791499026423120884', 'view-params':{"pageUrl":"http://fertilidade.org/calend-rio-fertilidade", "pageTitle":'Calendário da fertilidade', "docId":"recommendedPages"} }, GFC_recommendations_button_skin);

leia mais

Categorias: Medicina

O que é Rinite?

Otorrino.pro - seg, 01/30/2012 - 11:51

O que é rinite?

Rinite é uma inflamação das mucosas do nariz. As rinites têm várias causas, desde resfriados, produtos químicos irritantes, medicamentos e alergia. Os sintomas são muito parecidos entre todos os tipos de rinites. A Rinite Alérgica é apenas um dos tipos. A rinite medicamentosa é muito freqüente, pois as pessoas usam medicamentos no nariz sem orientação médica, sem saber quais os riscos que estão correndo. Muitos medicamentos usados no nariz podem causar rinite, ao invés de curá-la. A rinite vasomotora e a rinite causada por irritantes são também muito comuns em cidades grandes, devido ao grande número de poluentes e aos agentes irritantes na atmosfera. A rinite alérgica é muito comum, principalmente onde o ambiente é poluído e a poeira doméstica é abundante, e em locais úmidos, com mofo. Seus sintomas são consequência da resposta do sistema imunológico do própio indivíduo quando o mesmo entra em contato com alguma substância provocadora (alérgeno).

É contagiosa?

A rinite alérgica não é contagiosa, não passa de pessoa para pessoa. Os pais podem transmitir para os filhos através dos genes, das suas características familiares; por isso filhos de pais alérgicos têm maior chance de manifestar a rinite alérgica durante a vida comparado com os que não têm antecedentes de alergia na família.

Tem cura?

A rinite alérgica tem tratamento, mas não tem cura. Quem tem rinite alérgica pode viver sem sintomas, como qualquer um, quando a rinite é tratada corretamente.

O que faz piorar?

Quanto mais se entrar em contato com as substâncias que causam alergia, piores são os sintomas. Os agentes irritantes da atmosfera poluída pioram muito os sintomas, assim como substâncias químicas, produtos de limpeza, poeira, pêlos de animais. Fumaça de cigarro, inseticida, tintas, combustíveis e até perfumes também podem piorar a rinite alérgica.

Como prevenir?

A melhor forma de tratar a rinite alérgica é a prevenção, com medidas para diminuir a presença de agentes que causam a alergia na sua casa e nos ambientes que você mais frequenta. É preciso evitar sempre as substâncias que desencadeiam a crise de rinite. O PAPEL MAIS IMPORTANTE NO TRATAMENTO DA RINITE ALÉRGICA É SEU e pequenas medidas trazem grandes resultados. Evite a poeira doméstica: retire tudo o que possa juntar poeira em sua casa; evite tapetes, carpetes, cortinas grossas (são locais para o alojamento de ácaros e poeira); os pisos devem ser lisos pois são muito mais fáceis de limpar e não abrigam ácaros; passe sempre um pano úmido sobre os móveis e no chão, se possível diariamente; deixe os ambientes sempre abertos para arejá-los e para que o sol entre neles o maior tempo possível. Evite agentes e substâncias irritantes.

O quarto: local muito importante É normalmente o ambiente mais contaminado por ácaros e nele você passa várias horas dormindo, portanto é o local mais importante e merece muita atenção e cuidados. O colchão deve ser forrado para impedir a passagem de poeira, assim como os travesseiros. Use edredons, desde que não sejam de penas, em lugar de cobertores de lã, e lave-os a cada 10 dias. Coloque as roupas no armário e as de lã, em sacos plásticos fechados. Bichos de pelúcia armazenam muita poeira; livre-se deles ou lave-os a cada 10 dias. Não permita nunca que animais de estimação entrem no quarto. Paredes úmidas e frias, com vazamentos devem ser identificadas e os vazamentos devem ser reparados para eliminar a umidade. Lugares com mofo e manchas devem ser limpos.

A poeira doméstica: Poeira no ambiente doméstico é a maior causa de sintomas como nariz entupido e escorrendo, coceira e espirros durante todo o ano. A poeira de casa também causa tosse e piora a asma. A poeira de casa é uma mistura de vários detritos. Entre eles há as bactérias, os fungos e os ácaros. O ácaro é o principal agente que causa rinite alérgica na poeira. Ele se alimenta de partículas de alimentos e pele humana. Os resíduos que ele produz também causam alergia nas pessoas. O ácaro gosta de ambientes quentes e úmidos, sem luz. Ele não sobrevive em lugares secos e ensolarados. Este inseto vive em lençóis, tapetes, carpetes, colchões, roupas, armários e bancos de automóveis, onde as condições são favoráveis.

E os animais ?

Os animais são parte da nossa ida cotidiana. Infelizmente, pessoas alérgicas devem se precaver quanto a trazer animais para dentro de casa. Os animais podem causar alergia através de sua saliva, urina ou pêlos. Além disso os pêlos e penas acumulam ácaros. Os melhores animais para alérgicos são peixes e tartarugas, que não têm pêlos ou penas.

Evite também: ambientes com pessoas fumando ou lugares enfumaçados. Se possível, ninguém na casa deve fumar. Evite contato com substâncias que tenham cheiro forte (tintas, querosene etc.). Produtos de limpeza: use aqueles que não fazem mal, que tenham odor mais ameno. Use perfumes que não causam alergia ou não use perfume. Evite substâncias em sprays. Use máscara para fazer faxina ou deixe alguém que não tenha alergia fazê-la por você. Não use produtos químicos ou combustíveis.

Tratamento médico:

Quando os sintomas permanecem mesmo com os cuidados acima pode ser necessário o uso de alguma medicacão. O médico otorrinolaringologista e/ou o imunologista devem ser consultados para a correta avaliação e acompanhamento. Conseqüências: A obstrução nasal da rinite pode causar várias conseqü.ncias além do incômodo com seus sintomas: problemas de sono e roncos, desalinhamento dos dentes devido `a respiração bucal, voz anasalada etc.

Tags:
Categorias: Medicina

Ronco e Apnéia

Otorrino.pro - seg, 01/30/2012 - 11:47

O ronco é bastante frequente, principalmente em mulheres e homens acima de 40 anos, respectivamente 24% e 36% dessas pessoas sofrem com esta queixa.

Ele é o ruído causado pela vibração de estruturas da via respiratória durante a passagem do ar.

As principais causas para isso acontecer são:

  • Obstrução nasal: o nariz congestionado resulta em uma necessidade de maior força inspiratória, consequentemente, maiores chances de colapso de algumas partes da via respiratória produzindo o ronco.
  • Baixo tônus muscular: o relaxamento dos músculos da garganta provocando o estreitamento da via aérea. Em todas as pessoas esses músculos relaxam durante o sono mas em algumas esse relaxamento causa um estreitamento, provocando o som. Um relaxamento maior ocorre após ingestão de bebidas alcóolicas e uso de medicação indutora de sono, aumentando a chance de aparecimento do ronco.
  • Excesso de tecidos moles na garganta: ganho de peso, conformação da região do pescoço (circunferência cervical aumentada), aumento dos tecidos linfóides (amígdalas e adenóide) causam obstrução `a passagem do ar.
  • Anatomia do palato mole e úvula: o céu da boca (palato) e a úvula (campainha), quando aumentados estreitam também a passagem do ar .

 

O que é apnéia?

Apnéia é sinônimo de parada respiratória, pode ser de duração variável e ocorrer durante o sono devido a oclusão ou semioclusão das VAS.

O distúrbio é comum e acomete todas as idades e ambos os sexos, independentemente do peso, embora seja mais freqüente nos obesos e pessoas com sobrepeso.

Nem todas as pessoas que roncam apresentam apnéia, apenas uma parcela delas. Nessas pessoas, ocorre um estreitamento que produz o som, mas sem um fechamento da via aérea.

Quase todas as pessoas que têm apnéia roncam. É raro, mas pode acontecer da pessoa ter apnéia sem roncar.

Como eu sei se tenho ou não apnéia?

O melhor exame para o diagnéstico se chama Polissonografia. Ele é realizado em hospitais e clínicas especializadas. O paciente deve dormir durante o exame, enquanto vários parâmetros são monitorizados e avaliados. Com esse exame não só conseguimos saber se o paciente tem ou não apnéia, como também qual é o grau da mesma. Outros distúrbios do sono podem ser também diagnosticados com esse exame.

Mas enfim, quais as consequências do ronco e da apnéia ?

O ronco simplesmente, sem apnéia, pode causar problemas no âmbito social, pois o roncador frequentemente é motivo de ridicularização, além de atrapalhar o sono dos que compartilham o ambiente. Além disso, essa respiração bucal noturna pode causar outros problemas como faringites em maior frequência que o normal. Já a presença da apnéia mostra que o caso é mais grave. A curto prazo já podemos perceber as repercussões, como a sonolência diurna, cansaço e sensação de sono não reparador. Isso ocorre devido a fragmentação do sono. A longo prazo a pnéia já foi associada a hipertensão arterial, a risco aumentado de infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral (derrame) e insuficiência cardíaca congestiva.

Qual é o tratamento? Há vários tipos de tratamento e a decisão do médico sobre qual é melhor para cada paciente leva em consideração diversos fatores, como o grau da apnéia, variações anatômicas do pescoço, nariz e faringe, peso, etc. Todos os pacientes que têm ronco e apnéia são orientados a perder peso (quando estão com sobrepeso) e a fazer atividade física. A avaliação da respiração nasal também é muito importante.

Além disso, as outras opções de tratamento incluem: CPAP (Continuous positive airway pressure): é um aparelho que injeta ar com pressão positiva contínua na via aérea, fazendo com que cessem as apnéias a medida que aumenta a pressão.

Cirurgia: existem alguns tipos de cirurgias para ronco e apnéia. As indicações de cada uma dependem do tipo de obstrução, da anatomia de cada paciente e do grau da apnéia.

Aparelho intra-oral: é um aparelho que ajuda no posicionamento da língua mais pra frente, ajudando nos casos em que o ronco/ apnéia são devidos a queda da língua para trás durante o sono. Ninguém melhor do que o médico especialista para avaliar qual é o tratamento mais indicado para seu caso.

E as crianças, também apresentam apnéia? Como os adultos, elas podem ter um quadro de apenas respiração bucal e roncos mas também podem apresentar apnéias. Em uma parcela dos casos, o aumento exagerado das amígdalas e/ou adenóides são os responsáveis, e a cirurgia resolve o problema. Em outros, ocorre o ronco devido `a dificuldade da respiração pelo nariz, que pode ser causada pela rinte alérgica, então o tratamento clínico faz-se necessário. Os sintomas da apnéia na criança são diferentes do que no adulto. Ela geralmente tem sono agitado, e é impaciente durante o dia, com dificuldade de concentração. A manutenção da respiração bucal na criança gera várias repercussões no crescimento da face, no posicionamento dos dentes, na fala, no ganho de peso e crescimento como um todo. Também pode haver repercussões no aprendizado e desenvolvimento.

Tags:
Categorias: Medicina

Epistaxe - Sangramento nasal

Otorrino.pro - seg, 01/30/2012 - 11:29

O que é epistaxe?

É o nome dado a qualquer tipo de perda de sangue pelo nariz, freqüentemente pelas narinas, ou através do nariz pela boca.

Existem dois tipos de epistaxe:

1 – anterior (90% casos aproximadamente), ou seja, mais próxima da parte externa do nariz.

2 - posterior (10% casos aproximadamente), ou seja, mais no interior: menos comum, mas com efeitos mais graves.

Como acontece o sangramento? A epistaxe ocorre quando pequenos vasos (veias ou artérias), que passam pela mucosa do nariz se rompem.

Quais são as causas do sangramento? Por que estes pequenos vasos rompem?

De uma forma geral, os vasos se tornam fragéis e mais susceptíveis à rotura por fatores locais, que podem ser identificados ao exame otorrinoloaringológico, ou por fatores sistêmicos como listado abaixo.

Fatores locais:

  • Deformidades anatômicas Inalação de produtos químicos Inflamação (secundária a infecções agudas do trato respiratório como sinusite crônica, rinite alérgica e irritantes ambientais)
  • Corpos estranhos
  • Tumores intranasais
  • Utilização de medicamentos nasais
  • Cirurgias prévias
  • Trauma 

Fatores sistêmicos :

  • Uso de alguns medicamentos (ex: aspirina, varfarina, clopidogrel, desmopressina)
  • Intoxicação alcoólica
  • Alergias
  • Alterações da coagulação do sangue
  • Problemas cardíacos
  • Tumores do sangue (leucemia)
  • Hipertensão arterial
  • Doenças infecciosas
  • Má-nutrição (especialmente anemia)
  • Uso de narcóticos
  • Doenças vasculares

O que fazer ? Se você apresenta episódios frequentes de epistaxe, vale a pena procurar o otorrinoloaringologista antes mesmo de novo evento para descobrir a causa, esclarecer todas as dúvidas e iniciar o tratamento.

Se estiver apresentando um sangramento neste momento, inicialmente mantenha a clama, a maioria das epistaxes melhoram espontaneamente em alguns minutos e não necessitam de atendimento médico de urgência. Comprima a parte lateral do nariz contra o septo do lado afetado por alguns minutos, sente-se de forma ereta, não levante e nem abaixe a cabeça. Pode-se colocar um algodão embebido em solução vasoconstrictora (Afrin, Sorine...) dentro da narina e depois continuar a compressão por pelo menos 5 a 10 minutos. Após cessar o sangramento, não force parra assoar o nariz pois poderá provocar novo sangramento. Não introduza nada nas narinas. Não tente limpá-las com cotonete, dedo, pinças, lenços, papel higiênico. Use umidificadores ou toalhas molhadas para umidificar o ambiente.

Qual o tratamento? O otorrinolaringologista pode realizar a cauterização (química ou térmica) dos vasos sangüíneos afetados e controlar sua cicatrização. Algumas vezes é necessário realizar um tamponamento nasal nas mais variadas formas (algodão, gaze, esponjas ou materiais expansíveis) por um período de 24 a 48 horas. Quando retirados, geralmente as feridas já estão em fase de cicatrização. Pacientes com doenças da coagulação sanguínea ou uso crônico de medicamentos que afetem a coagulação (aspirina, anticoagulantes orais ou injetáveis) devem ter sua dosagem adequada ou suspensos momentaneamente. Pacientes em quimioterapia, com leucemia, ou pós-radioterapia sofrem freqüentemente com epistaxes e devem procurar o especialista. Sangramentos de maiores proporções, mais prolongados ou com manutenção do sangramento mesmo com tampão, podem ser tratados com cirurgia para ligadura ou eletrocauterização destas artérias sob anestesia geral.

Tags:
Categorias: Medicina

Páginas

Subscrever Frases Fortes agregador - Medicina

Não perca Frases do Einstein selecionadas a dedo.

Conhece alguma frase legal? Envie-nos.

Vote agora nas frases e citações que você mais gosta.

delorean