Medicina

Dor crônica

Neurocirurgia - sab, 09/22/2012 - 23:08

Dor crônica, muita gente convive com ela 24 horas por dia. Adote 9 hábitos que minimizam o sintoma, melhorando a qualidade de vida.

Matéria publicada na edição de junho da revista Viva Saúde, da Editora Escala.

Dor Crônica

Tags:
Categorias: Medicina

Angioma Cavernoso do Sistema Nervoso Central (Angiomas, Cavernoma)

Neurocirurgia - seg, 09/17/2012 - 19:55

 

     O angioma cavernoso também é conhecido como malformação cavernosa, hemangioma cavernoso, cavernoma ou malformação arteriovenosa criptogênica. Pode estar localizado no encéfalo (cérebro e cerebelo), medula espinhal e nervos cranianos. É uma doença relativamente rara, com incidência na população de 0,5 a 0,7%.      Acredita-se que na maioria das vezes estas lesões sejam congênitas, no entanto sabe-se que podem aparecer depois do nascimento, especialmente em casos de irradiação cerebral. Os angiomas cavernosos em 16 a 33% dos casos apresentam-se múltiplos e nestes há uma grande associação com a herança familiar.      A ausência de tecido nervoso normal no meio destas lesões é o que as diferencia de outras malformações como telangiectasias, malformações arterio-venosas (MAV) e angiomas venosos. A Ressonância Nuclear Magnética é bastante sensível e específica para se fazer o diagnóstico, diferenciar de tumores e programar a cirurgia. No entanto, após um sangramento agudo a identificação do angioma cavernoso pode ser difícil; o inchaço associado ao sangramento costuma desaparecer em 4 a 6 semanas, este é portanto o tempo adequado para se repetir uma Ressonância em caso de dúvida.      Geralmente, os angiomas cavernosos não causam sintomas. Quando os fazem, não costumam causar risco de vida devido ao baixo fluxo sanguíneo destas malformações vasculares. Há três principais tipos de manifestação clínica: 1.     crises epilépticas; 2.     dor de cabeça e dano neurológico progressivo 3.     sangramento no sistema nervoso (cerebral, cerebelar ou medular) com dano neurológico súbito      É importante conhecer a chance de sangramento destas lesões para que se possa programar o tratamento. Vários fatores incluindo idade, sexo, localização, tamanho, multiplicidade e forma de apresentação clínica tornam complexa a avaliação do risco de hemorragia, mas de uma forma geral, varia de 0,25% a 3,8% por ano.      Aparentemente existe um maior risco de hemorragia após o primeiro evento: 4,5% a 23%. Mulheres parecem apresentar maior risco de hemorragia, principalmente durante a gravidez devido às mudanças hormonais. Outro possível fator de risco é a idade, com maior probabilidade de sangramento em jovens.      Outro fator importante a ser considerado é o risco de um paciente com angioma cavernoso apresentar crises epilépticas (convulsão) que pode variar de 1,5% a 4,8% ao ano.      Quase todos os pacientes sem sintomas devem ser observados, pois eles podem assim permanecer por tempo indefinido, e se ocorrer uma hemorragia, geralmente é pequena e sem grandes danos neurológicos. O tratamento conservador também é relevado se a malformação estiver associada com epilepsia bem controlada clinicamente, e se o paciente for idoso ou não apresentar condições clínicas para o tratamento cirúrgico, ou se o paciente apresentar múltiplos angiomas e a lesão sintomática atual não puder ser determinada. Se a malformação estiver localizada em região crítica do cérebro, e o paciente apresentar apenas uma hemorragia ou sintomas mínimos o tratamento conservador também pode ser considerado. No tratamento conservador, sugere-se acompanhamento clínico e radiológico com Ressonância Magnética a cada 6 meses por 2 anos e se a lesão permanecer estável, pode-se ampliar o intervalo para 1 ano.      As lesões que causam sintomas devem ser tratadas agressivamente visto o alto índice de recorrência e os resultados positivos da cirurgia levando a maior expectativa e melhor qualidade de vida. Em pacientes com história curta e benigna de epilepsia, a remoção do angioma cavernoso e do hematoma adjacente está associada a alta taxa de sucesso no controle de crises epilépticas. Pacientes com sangramentos recorrentes também são geralmente submetidos à cirurgia. Em ambas situações o tratamento conservador pode ser considerado quando a lesão está localizada em uma região com grande risco cirúrgico.      Tratamento com radioterapia ou radiocirurgia não deve ser considerado, pois não há evidência de benefício e portanto não compensam as complicações envolvidas nesses procedimentos. Tags:
Categorias: Medicina

Aneurismas Cerebrais. Qual o melhor tratamento?

Neurocirurgia - seg, 09/17/2012 - 19:53

 

    Aneurismas cerebrais constituem um importante problema de saúde mundial, afetando entre 3 a 5% da população. São lesões caracterizadas por dilatações ou lobulações das paredes das artérias intracranianas. Na maioria das vezes, os aneurismas não dão sintomas até que ocorra ruptura e sangramento, quando geralmente se manifestam pela hemorragia subaracnóide (HSA), que é uma situação clínica grave e uma urgência médica.

    O tratamento consiste em excluir o aneurisma da circulação sanguínea, evitando-se desta forma a HSA, que quando ocorre, pode ser fatal em 1/3 dos casos e deixar seqüelas clínicas limitantes em até metade dos pacientes que sobrevivem.

    Tradicionalmente, o tratamento do aneurisma cerebral se faz através da colocação cirúrgica de um clipe metálico entre o vaso normal e o aneurisma, excluindo-se desta forma a passagem de sangue para o interior do saco aneurismático. Este procedimento é realizado através de craniotomia, ou seja, uma pequena abertura no crânio. O cérebro não é cortado, apenas dissecado e afastado para que a artéria com aneurisma, que geralmente se situa embaixo do cérebro seja encontrada e tratada. O procedimento é realizado com anestesia geral, dura cerca de 4 horas e, atualmente, é considerado bastante seguro e eficaz.

    Em 1991, com a introdução por Gulglielmi das espirais metálicas com destacamento controlado, disponibilizou-se uma nova alternativa ao tratamento dos aneurismas cerebrais, até então tratados preferencialmente por via cirúrgica. A utilização destas espirais metálicas (molas delicadas de platina) permitiu a realização do tratamento do aneurisma cerebral pela técnica de embolização endovascular. Neste procedimento, é realizada uma pequena punção na artéria femoral (virilha), por onde se conduz um micro cateter até o interior do saco aneurismático. O procedimento, realizado em um angiógrafo,  utiliza visualização em tempo real sob Raios-X para identificação das estruturas vasculares quando preenchidas por contraste iodado. Com o micro cateter no interior do aneurisma, sucessivas espirais metálicas são introduzidas no interior do saco aneurismático até a sua exclusão circulatória. 

    A embolização endovascular dos aneurismas cerebrais permitiu uma abordagem terapêutica eficaz e segura, associada a menores taxas de morbidade e de mortalidade. Entretanto, a melhor escolha terapêutica entre as modalidades, cirúrgica ou endovascular, deverá ser analisada de forma multidisciplinar levando-se em conta o melhor tipo de abordagem para cada tipo de aneurisma e de paciente.

    O Amato Consultório Médico e a equipe Neurocirurgia.com possuem profissionais capacitados para o tratamento dos aneurismas cerebrais e todos os casos são discutidos com equipe multidisciplinar composta por neurocirurgião, neurorradiologista intervencionista e cirurgião endovascular para que a melhor opção terapêutica seja escolhida para cada caso.

Tags:
Categorias: Medicina

Hérnia de Disco

Neurocirurgia - seg, 09/17/2012 - 19:49

   

     Entre as vértebras cervicais, torácicas e lombares, estão os discos intervertebrais, que são estruturas cilíndricas, formadas por um anel (ânulo) fibroso na parte mais externa e uma porção mais gelatinosa (núcleo pulposo) no interior. A função destes discos é amortecer o impacto, absorver os choques, e evitar o atrito entre uma vértebra e outra.Os discos intervertebrais desgastam-se com o tempo, com o uso repetitivo ou inadequado. Nessas situações podem ocorrer  as hérnias de disco, ou seja, parte dos discos sai da posição normal e comprime a medula ou raizes nervosas. O problema é mais comum nas regiões lombar e cervical, por serem áreas mais expostas ao movimento e que suportam mais carga.

   

Para mais informações CLIQUE AQUI

Tags:
Categorias: Medicina

Fratura Osteoporótica

Neurocirurgia - seg, 09/17/2012 - 19:46

    Geralmente, a fratura por osteoporose ocorre após uma queda da própria altura ou um traumatismo pequeno em paciente idoso ou que tem osteoporose. O principal sintoma é a dor, mas dependendo da gravidade da fratura podem ocorrer déficits neurológicos como perda de força ou de sensibilidade nos membros inferiores ou superiores, de acordo com o nível da coluna afetado.
    Um diagnóstico diferencial que deve ser considerado nas fraturas patológicas da coluna vertebral são os tumores. Uma fratura aparentemente osteoporótica pode se confundir com a fratura vertebral causada pelo enfraquecimento que o tumor provoca na vértebra.
    O tratamento inicial geralmente envolve o uso de medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios (quando não há contra-indicação para o uso destes) e o uso de um colete. Caso a dor seja insuportável, não melhore com o tratamento clínico ou ocorra deformidade grave da coluna, o tratamento deve ser cirúrgico. Os principais métodos são a cifoplastia e a vertebroplastia que podem, em muitos casos, ser realizada com sedação e anestesia local. Em alguns casos o paciente pode internar e deixar o hospital no mesmo dia da cirurgia!

Tags:
Categorias: Medicina

Acupuntura

Amato Consultório Médico - sex, 09/07/2012 - 21:58

A acupuntura (e não acumpuntura) é reconhecida como especialidade médica pelo Conselho Federal de Medicina desde 1995.

Além do conhecimento milenar proveniente da medicina tradicional chinesa, há evidências científicas recentes que demonstram benefícios ao nosso organismo. Como exemplo, é possível o controle da dor devido às substâncias analgésicas produzidas com o estímulo do procedimento.

Marque uma consulta com o doutor:  Dr. Anderson Yoshihide Nakama

leia mais

Categorias: Medicina

Fisiatria

Amato Consultório Médico - sex, 09/07/2012 - 21:48

Marque uma consulta com o doutor:  Dr. Anderson Yoshihide Nakama

leia mais

Categorias: Medicina

Práticas que diminuem a dor crônica

Amato Consultório Médico - ter, 09/04/2012 - 11:16

Dor crônica, muita gente convive com ela 24 horas por dia.

Marque uma consulta com o doutor:  Dr. Marcelo Amato Dra Mariluci Flavia da Silva

leia mais

Categorias: Medicina

Prótese de Joelho

Amato Consultório Médico - ter, 08/07/2012 - 19:40

As próteses de joelho são substituições articulares indicadas em casos de artrose severa, com ou sem desvio do eixo do joelho,  dor importante e restrição funcional, limitando o paciente  de atividades cotidianas.

Marque uma consulta com o doutor:  Dr. Eduardo Almeida e Dias de Souza

leia mais

Categorias: Medicina

Plástica do Crânio: Cranioplastia

Amato Consultório Médico - qui, 08/02/2012 - 10:10

A correção cirúrgica dos defeitos cranianos está indicada por estética, para restaurar a proteção craniocerebral e também para aliviar algumas manifestações clínicas da falha óssea.

Como ocorrem os defeitos cranianos?
     As falhas do crânio podem ser congênitas (encefaloceles, anomalias do esqueleto) ou adquiridas (traumatismo craniano, infecção, tumor, remoção óssea por cirurgia, growing fracture).

Marque uma consulta com o doutor:  Dr. Marcelo Amato

leia mais

Categorias: Medicina

Artigo científico publicado

Vascular Pro - qui, 07/26/2012 - 10:21

Mais um artigo da Disciplina de Cirurgia Vascular da UNISA publicado, agora com destaque na capa da revista !!!

O artigo relata uma técnica endovascular de tratamento de aneurisma tóraco abdominal chamada de chaminé, e suas possíveis complicações.

 

Fonte: Scielo

Endotension: rupture of abdominal aortic aneurysm

Tags:
Categorias: Medicina

Biópsia de Nervo

Amato Consultório Médico - seg, 07/23/2012 - 15:32

  Como as biópsias de nervo periférico sempre irão causar algum grau de déficit neurológico, elas devem ser realizadas após cuidadosa avaliação da sua contribuição para o tratamento da doença. As biópsias de nervo são úteis em lesões inflamatórias ou infecciosas (vasculites, hanseníase) e em algumas formas de neuropatias desmielinizantes, em geral adquiridas, mas também hereditárias. A amiloidose é também uma doença a ser pesquisada na avaliação do nervo periférico.

Marque uma consulta com o doutor:  Dr. Marcelo Amato Dra Mariluci Flavia da Silva

leia mais

Categorias: Medicina

Esclerose Múltipla

Amato Consultório Médico - dom, 07/22/2012 - 12:59

A Esclerose Múltipla (EM) é uma doença de caráter inflamatório, onde surtos de inflamação e posterior desmielinização passam a ocorrer, seja no cérebro, seja na medula espinhal, tais lesões ocorrem disseminadas no tempo e no espaço, sem que se possa prever quando irão ocorrer.

Marque uma consulta com o doutor:  Dra Mariluci Flavia da Silva

leia mais

Categorias: Medicina

Toxina botulínica em neurologia: tratamento para espasticidade e distonia

Amato Consultório Médico - dom, 07/22/2012 - 12:54

O uso da toxina Botulinica, muito conhecida como botox ou Dysport, vem sendo atualmente a principal indicação para tratamento das distonias, que são contraturas dolorosas e mantidas de determinado grupo muscular, assim como da espasticidade, que ocorre com freqüência após acidentes vasculares cerebrais, traumatismos raquimedulares e casos de paralisia cerebral.
No cotidiano, a maioria desses casos leva ate 2 anos para seu diagnostico efetivo, e outros 2 anos para que o paciente seja encaminhado a um centro de referencia ou especialista para a injeção com a toxina tipo A, comprometendo significativamente o prognostico de reabilitação motora e de qualidade de vida do paciente .

Marque uma consulta com o doutor:  Dra Mariluci Flavia da Silva

leia mais

Categorias: Medicina

O que os médicos precisam ouvir para que você tenha a melhor medicina?

Amato Consultório Médico - ter, 07/17/2012 - 14:24

Ir ao médico pode ser uma experiência assustadora, e frequentemente não se conta contamos coisas importantes para o diagnóstico e tratamento correto. Talvez o medo seja grande, ou, mais frequentemente, ao se racionalizar e selecionar quais são os sintomas importantes, e ignora-se completamente os outros, que eventualmente podem ter um papel ativo na sua saúde e  fornecer os dados essenciais para o melhor tratamento.

leia mais

Categorias: Medicina

EVLTraining

Vascular Pro - qua, 07/04/2012 - 15:54

Caros amigos cirurgiões vasculares: Meu primeiro aplicativo para iPhone, EVLTraining, foi aceito na Apple Store. É um aplicativo para treino do uso do laser endovenoso no tratamento de varizes. Tem um intuito educacional, mostrando os tiversos tipos de medição de energia (J, J/cm, LEED, etc), e treinando o cirurgião na velocidade de tração da fibra ótica.
Posso liberar 10 códigos para instalação gratuita. Aqueles que quiserem entrem em contato.
Endolaser Training Apple Store
Amato Software: EVLTraining
 

Tags:
Categorias: Medicina

Liga Paulista de Cirurgia Vascular

Vascular Pro - sex, 06/22/2012 - 19:17

Aconteceu, no último 12 de maio, a segunda aula da Liga Paulista Acadêmica de Cirurgia Vascular, na Associação Paulista de Medicina (APM). Na ocasião, houve as palestras "Osirix na prática médica", ministrada pelo Dr. Alexandre Amato, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro; "Endolaser para tratamento de varizes", ministrada pelo Dr Rodrigo Kikuchi; e uma aula sobre "Diagnóstico diferencial das úlceras de membros inferiores", proferida pela residente Débora Ortigosa, do 1˚ ano de Cirurgia Vascular, do Hospital Santa Marcelina.
Estiveram presentes 30 pessoas, entre elas residentes de Cirurgia Vascular da Escola Paulista de Medicina, da UNICAMP e do Hospital Santa Marcelina; e acadêmicos da Faculdade de medicina de Santo Amaro, da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, da Faculdade de Medicina do ABC e da Faculdade de Medicina da UNICID. O evento contou, também com a participação do presidente da SBACV-SP, Dr Adnan Neser, de seu secretário Dr Arual Giusti, do Diretor tesoureiro Dr Marcelo Calil Burihan e do Dr Henrique Guedes, da Santa Casa.
"Essa foi mais uma excelente reunião coroada com um almoço para todos", enfatizou o Dr Marcelo Calil Burihan.
 
Fonte: Folha Vascular

Tags:
Categorias: Medicina

Peixe Urbano e Groupon

Vascular Pro - qui, 06/14/2012 - 10:38

Tenho recebido recentemente e frequentemente pacientes com histórias que me assustam: compraram pacotes de tratamento estético de vazinhos, escleroterapia ou laser em sites de compras coletivas (Peixe Urbano e Groupon) e procuram o cirurgião vascular com complicações do procedimento realizado.
Preciso esclarecer algumas coisas: o procedimento escleroterapia, também conhecido popularmente como "aplicação em vazinhos" ou "queimar vazinhos" engloba um conjunto de procedimentos (laser, espuma, glicose, termocoagulação e outras) médicos, ou seja deve ser realizado por médico especialista, de preferência cirurgião vascular. Ao comprar um pacote bem baratinho em sites de compras coletivas, certifique-se que o médico que irá realizar o procedimento é registrado no conselho regional de medicina (CRM) e possui formação para tal.
Entidades médicas são proibidas perante o código de ética médica de realizar promoções e descontos em sites de compras, então somente o aparecimento nesses sites já é uma violação da ética.
Ao minimizar os custos, o material utilizado também será mais barato, e o tempo, quantidade ou qualquer outra medida de "sessão de aplicação"  que o profissional usa será menor. Não ache que encontrou o negócio dos sonhos, a qualidade é proporcional ao valor pago.
Porque eu digo tudo isso ? Porque escleroterapia pode parecer um procedimento inócuo, mas não é. Possui complicações não só estéticas. É possível o aparecimento de manchas, mas também lesões mais graves como úlceras. Embolizações da espuma, alergias e trombose são complicações seríssimas apesar de raras, e somente o especialista médico está apto a tratar. O médico é necessário nesses casos para tomar as devidas providências.
 
Consulte sempre seu médico de confiança!

Categorias: Medicina

Prevenção de doença de carótida.

Vascular Pro - sex, 05/11/2012 - 15:01

Verifique se você precisa fazer um exame preventivo da carótida respondendo o questionário abaixo. Lembre-se que ele não substitui o médico, mas pode orientá-lo a procurar um cirurgião vascular se necessário.

1- Você tem mais que 65 anos ?

Sim Não

2- Você tem pressão alta ?

Sim Não

3- Você tem doença coronariana ? Teve infarto, angina ou dor no peito ?

Sim Não

4- Você fuma ?

Sim Não

5- Você teve câncer de cabeça ou pescoço que precisou de irradiação ?

Sim Não

6- Você já teve um derrame ou início de derrame ?

Sim Não

7- Você já teve uma cegueira momentânea ? Ficou sem enxergar por algum tempo e depois voltou ao normal ?

Sim Não

8- Já teve sua artéria carótida operada ?

Sim Não

9- Você tem doença arterial periférica ? Dor intensa em pernas que faz com que precise parar de caminhar ? Piora ao elevar as pernas ?

Sim Não
var score = new Array; function show_score() { var i, total; total = 0; for(i=1;i<=9;i++) { total += score[i]; } if (isNaN(total)){ alert('Preencha todas as respostas'); } else { if (total>=4) { alert("Você deve procurar seu médico, ou um cirurgião vascular ou um neurocirurgião para avaliar a necessidade de fazer um ultrassom de carótidas preventivo, como exame de triagem. "+total); } else { alert("O seu risco de doença carotídea é baixo, não sendo necessário ultrassom de triagem no momento. Converse com seu médico."+total); } } }

Você precisa fazer um exame preventivo? Então marque uma consulta com o cirurgião vascular ou com o neurocirurgião e aprenda abaixo como evitar o AVC (derrame).

Doenças de base, podem complicar o quadro. São elas a hipertensão, diabetes (veja seu risco de ter diabetes) e colesterol elevado.É preciso combater os fatores de risco e fazer exames específicos com acompanhamento médico. As doenças que não são curáveis devem ser controladas.

Estresse , obesidade, tabagismo e sedentarismo são outros fatores de risco. Além disso, a chance de um AVC aumenta com a idade.

- Mantenha a pressão arterial sob controle.
- Evite o consumo de sal em excesso.
- Modere a ingestão de bebidas alcoólicas.
- Não fume.
- Controle o peso.
- Tenha uma alimentação saudável: evite gorduras e frituras, coma bastante frutas, verduras e fibras.
- Pratique exercícios físicos regularmente.
- Evite o estresse: faça atividades relaxantes como uma caminhada ao ar livre, conversar com amigos, passear com o cachorro.

Faça um Check-up Virtual em sua saúde.

 

Questionário baseado em: Qureshi, Adnan I, Andrei V Alexandrov, Charles H Tegeler, Robert W Hobson, J Dennis Baker, L Nelson Hopkins, and Society of Vascular and Interventional Neurology. "Highlights of the Guidelines for Screening of Extracranial Carotid Artery Disease: A Statement for Healthcare Professionals From the Multidisciplinary Practice Guidelines Committee of the American Society of Neuroimaging; Cosponsored by the Society of Vascular and Interventional Neurology." Journal of endovascular therapy : an official journal of the International Society of Endovascular Specialists 14, no. 4 (2007): doi:10.1583/1545-1550(2007)14[469:HOTGFS]2.0.CO;2.   

Tags:
Categorias: Medicina

Páginas

Subscrever Frases Fortes agregador - Medicina

Não perca Frases do Einstein selecionadas a dedo.

Conhece alguma frase legal? Envie-nos.

Vote agora nas frases e citações que você mais gosta.